Como foi a comemoração dos meus 37 anos




Mais um aniversário. Mais um ciclo que começou e eu realmente sinto que o meu ano só começa depois que passa o meu aniversário.


Eu sou uma pessoa sensitiva. Eu percebo a energia dos lugares, das pessoas e a minha intuição é muito forte. É como se eu quase pudesse prever o futuro, então meu aniversário, apesar de eu não ficar chateada com pessoas que esquecem a data - de verdade, eu não ligo, a não ser que vc seja muito próxima a mim - é uma data importante pra mim, porque sinto na alma a revolução solar acontecendo.


Eu comecei a dar mais importância ao meu aniversário depois que comecei a perceber que eu estava em evolução, de perceber o quanto eu aprendo a cada ano que passa.


E hoje não me importo mais em ficar mais velha, eu percebi que só me beneficio a cada ano, a cada experiência e a cada evolução.


Esse ano meu aniversário caiu na sexta-feira e eu não estou trabalhando, portanto, tirei o dia para fazer aquele dia de princesa. Marquei uma massagem, com pedras quentes, é um tipo de massagem terapêutica que relaxa os músculos do corpo e alivia o stress e a tensão. A massagista comentou que meu corpo estava muito rígido, eu já imaginava. Recomendo esse lugar se vc estiver pela região. Gastei $90 com a gorjeta inclusa.



Depois fui fazer manicure e pedicure. Escolhi a cor vermelho sangue! Eu amo vermelho. Achei boa para a ocasião.


Fui também buscar o bolo bapho que eu mandei fazer de uma brasileira confeiteira em Maryland. Também a recomendo para quem estiver pela área. O bolo ficou muito legal e o sabor uma delícia. Por dentro era de morango com leite ninho.


Voltei pra casa e fiquei até tarde da noite em calls com a minha familia no Brasil.


Clica aqui para ver os destaques dos stories no meu IG pra ver como foi meu dia.


No dia seguinte, sábado, fui pra casa de uma amiga logo cedo, pra fazer uma feijoada, pois daria um almoço em casa para as poucas amigas que tenho convivido ultimamente, por conta do Covid.


Como eu não sou muito boa na cozinha, a Gabi foi quem fez a feijoada e eu fui lá para ajuda-la. Só que aconteceu um acidente de percurso. Ficamos bem, mas foi um susto. Veja o vídeo abaixo para entender:



Peguei a feijoada pronta, no final deu tudo certo, e levei pra casa, onde recebi as meninas e fizemos caipirinha, comemos muito e cantamos parabéns. Foi super divertido.


Hoje é domingo e estou aqui escrevendo esse texto no meu blog/diário, e me recuperando ainda, porque de tanta feijoada que comi estou me sentindo como uma cobra depois que come um ovo.


Obrigada a todos que me mandaram boas energias e desejaram um feliz aniversário para mim.